Back to top
Housing, Commercial

— Corimba’s Park and Complex

A intervenção apresenta-se como uma oportunidade de incitar a revitalização urbana, como sinal de mudança e um mote para o início de uma operação mais alargada.

A concepção deste espaço como pólo gerador de regeneração e centro de atractividade e conexão entre áreas com potencial relevante prevê a reestruturação desta área com uma estrutura verde unificadora e a criação de uma unidade habitacional de destaque na região.

A realização de uma estrutura habitacional sob um sistema de verde contínuo possibilitará a estruturação do território e o reforço da coesão social e urbana, assim como a implementação de dinâmicas urbanas de notoriedade, importantes para o desenvolvimento da cidade.

Neste sentido, este projecto tem uma escala, que só por si supera o domínio da área da intervenção, resultando de uma visão global, diferenciadora e única na região.

A estratégia de intervenção contempla:

– Habitação. Prevê-se a construção de três edifícios de habitação, com uma cércea máxima de 12 pisos, num jogo volumétrico 8 e 12 e que se prevê num total aproximado 334 fogos, cujo desenho se deverá pautar pelo máximo de flexibilidade, podendo ser readaptados face a situação sócio cultural económica do mercado permitindo uma polivalência funcional de modo a tornar-se um elemento de referência no actual contexto e evolução da cidade de Luanda.

– Comércio e Serviços. Prevê-se a ocupação dos três edifícios ao nível do R/C, em contacto com o espaço verde, e piso mezanino, com comércio e serviços, dotando todo este empreendimento de uma grande dinâmica, atractividade e versatilidade ao nível das propostas de ocupação. A solução contempla um total de 12 espaços todos com um piso em mezanino, e de áreas diversificadas.

– Zona Verde. Propõe-se a criação de uma área envolvente de predominância verde, singular e única, com elevada qualidade ambiental e paisagística e diferenciadora. Funciona como uma plataforma que molda o terreno. Os limites do terreno terão muros com 60cm de altura e até 2m em cerca verde. É privilegiada a utilização de espécies autóctones. Todo o espaço verde exterior de estar e lazer será alvo de um estudo paisagístico mais específico.

– Espaço de estacionamento. Abaixo da plataforma verde, que constitui o miradouro privilegiado com vista para o mar distribuem-se inferiormente e já subterrâneo, os vários níveis de estacionamento para apoio a todo este empreendimento, bem como aos utilizadores da praia e de todo o espaço verde que se pretende de referência. Este estacionamentos subterrâneo está subdividido em três plataformas de dois pisos abaixo do solo cada uma, abrangendo assim toda a área de intervenção.

Location
Angola

Project
2010

Architecture’s Coordination
Nuno Lacerda Lopes

Gross building area
157.660 m2

Volume A

Volume B

Volume C

Related Projects