g

Gravida proin loreto of Lorem Ipsum. Proin qual de suis erestopius summ.

Recent Posts


    Follow Us:
    Back to top

    — Biography

    Carlos Nuno Lacerda Lopes, é Arquiteto e Professor na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto. Autor da tese de doutoramento “Projetos e Modos de Habitar” apresentada em 2007 à Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto; investiga temas relacionados com a Inovação em Arquitetura, Design, Construção, Cenografia, Modos de Habitar e desenvolve atividade profissional na CNLL I Arquitetura, Design e Engenharia.

    Movida por este criador, a CNLL espelha os valores, metodologias, critérios de qualidade e a sua ideia de arquitetura, que assenta no Homem como a figura central do espaço construído, num eterno apelo aos sentidos e à inesgotável vontade de experimentação.

    Com larga experiência profissional em programas de diferentes escalas, dimensões e complexidade, vem desenvolvendo inúmeros projetos de referência em Portugal e no estrangeiro.

    Das obras institucionais às de habitação coletiva e individual; dos espaços empresariais, comerciais e de serviços à indústria; dos equipamentos urbanos ao projeto urbano e de planeamento; até ao desenho de cenários para os mais relevantes Teatros Nacionais e para Televisão, ou através do design de mobiliário, de produto e de equipamentos, percebemos para além do lado empreendedor e inovador que coloca no seu trabalho, o novo entendimento e dinâmica que o profissional criativo adquire na atualidade, assumindo-se como agente privilegiado na transformação e na criação de novos espaços, lugares e desejos.

    Ao longo da sua atividade, participou em diversas exposições individuais e coletivas de Arquitetura, Design e Cenografia, trabalhos que valeram já, em conjunto com a sua atividade de arquiteto, vários prémios e diversas publicações nacionais e internacionais.

    Name
    Carlos Nuno Lacerda Lopes

    Profession
    Architect // CNLL
    Teacher // FAUP
    Researcher // CIAMH

    Birthplace
    Rebordosa, Paredes

    Graduation year
    1986

    — Architect

    “Designing is the exercising of critical consciousness guided by a strategy of thought and action in a certain context.”


    I don´t know if my architecture seeks the singular … That’s not the reason why I wake up every day, and why I work. I think I seek out more the experience. I search the experience and not the memory.


    I can say that I don´t look for reproducing one truth. But I just wanted to discover. Go in the wrong direction… Open new areas that are not architecture specific fields. Though more and more we are not limited. To open paths and be wrong through the art. Also by the architecture, the landscape. By the time we cross without repeating truths.


    Often what we see, are others´ truths. Are memories. Memories that are not ours. Visions that don´t seek the “new” and all that is unrepeatable. And I have some difficulty in accepting this. I think we all have to make our own journey. We have to make our mistakes. We have to try and not follow others´ lives, reproducing their memories, repeating some false philosophies, fake coherences.


    And that makes me worry a lot about architecture, as in art. So I have a relationship with art because it  mirrors (as music does)… it rigorously reflects our times but furthermore than our times, it reflects upcoming times, that we´ll have to go through, and we also have to understand.


    I enjoy studying arts in general, cinema, theater also… All this, I think, deeply contributes to build up our experience, what we want to do, what we expect from what we´ve created. And that’s what makes it…
    You can say that it makes it a little singular, that things are all different from each other. Of course they are! I hate repeating a formula. Hate repeating a solution, a proportion, even a geometric layout, a typology. If I can develop others, I prefer.

     

    And that’s what moves me through creating, through this permanent conflict of building our own experience, this willingness to do something different. Not just because it is different, but because things are different every day. Because everyday life is a new experience. And it is for this new experience that we must be prepared.


    Architecture, as said Robert Rauschenberg, “Art does not come from the Art”. I also think that “Architecture doesn´t come from the Architecture”. You need to see other things. You must to be on other things. You need to understand other things. And above all, understand people, understand the times, understand our own willingness to do things. And not accepting what others present us, some “logics” that many schools teach and that students reproduce. And all this is really disturbing.

     

    I think we have to be free and accept our freedom and our commitment to create. So things don´t have to be equal, don´t have to be easy to understand, aligned. So I enjoy the experience more than continuity, find me locked in a certain idea of coherence.

    Nuno Lacerda Lopes

    — Research and innovation

    Projecto, Inovação e Modos de Habitar
    Arquitetura
    Novos Modos de Projectar, Construir e Habitar
    BIM (Building Information Modeling)
    Construção Digital

    Ambiente Construído e Sustentabilidade
    Integração Urbanistica e Sociedade
    Habitação e Território
    SmartBuilding & SmartCities
    Construção Sustentável e Novos Materiais

    Ensino, Empreendedorismo e Cultura
    Intervenção Cívica e Política
    Produção e Divulgação Cultural e Artística
    Democratização e acesso à informação

    A atividade científica tem-se centrado na investigação sobre os aspetos do Projeto, Construção, da Arquitetura e Modos de Habitar na sua relação com os fenómenos sociais e económicos da atualidade portuguesa, assumindo a ideia de Habitar como algo fenomenológico que se realiza para além do espaço da habitação que a contemporaneidade nos revela. Desde 2007 que vimos prosseguindo o estudo sobre a relação entre o modo de projetar (conceção) e os modos de habitar (apropriação), aprofundando a investigação iniciada e expressa na tese de doutoramento. A produção de artigos e de livros relativos a estas temáticas inscrevem-se no processo de acompanhamento e de orientação científica de investigadores e de estudantes do segundo e terceiro ciclo que de um modo permanecente temos acompanhado e apoiado.

    Paralelamente temos vindo a desenvolver atividades de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (I&D) em ambiente empresarial, coordenando Núcleos de Investigação NITEC- IDI (apoiado pela Agência de Inovação, IAPMEI e AICEP) no âmbito da Arquitetura, Engenharia e Design com o objetivo de desenvolvimento de projetos de Inovação para apoio à Indústria e às pequenas e médias empresas portuguesas. Neste contexto foram desenvolvidos vários projetos de investigação onde assumimos a coordenação (Moby Air, Land and Water; Eco-innovation) e desenvolvidos diversos relatórios técnicos e científicos bem como, enquanto elementos colaboradores de uma equipa de investigação mais vasta (iBuild/LNEC); vimos produzindo frequentemente material escrito, original, com vista à submissão de várias candidaturas de projetos de investigação, de que destacamos a autoria, organização e a submissão de um projeto de I&D&I ao Norte 2020 (Norte Digital) de grande vulto e dimensão, com vista à normalização de processos de digitalização da Arquitetura, assumindo a coordenação de 15 Investigadores do CEAU integrando as áreas de Projeto e da Construção, Sistemas e Materiais de Construção, Património, Reabilitação, Território e Cidade.

    Sala de Aula Construção 2.0 FAUP
    Sala de Aula Construção 2.0 FAUP

    — Teaching

    Professor Doutor com Agregação da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto desde o 1987 com diversos Conteúdos Pedagógicos produzidos, Acompanhamento e Orientação de dissertações para obtenção de mestrado e doutoramento. 

    Coordenador do grupo de investigação Centro de Inovação em Arquitectura e Modos de Habitar (CIAMH) que se dedica ao desenvolvimento de uma estratégia de internacionalização e de interligação dos investigadores e dos diferentes trabalhos de investigação sobre a Arquitetura, Projeto e Construção nas suas diversas vertentes, de modo a instigar alunos de Mestrado Integrado a desenvolverem metodologias de investigação e inovação aplicadas ao exercício da Arquitetura.

    Professor ativo na inovação pedagógica e científica, participa nas jornadas de Inovação Pedagógica da UP, na permanente procura de atualização, investigação e integração de processos de inovação pedagógica e científica, aplicada às Unidades Curriculares de que é regente, do qual resulta a candidatura ao Prémio de Excelência Pedagógica da Universidade do Porto, edição 2015/2016, tendo sido selecionada pelo júri para a final com o trabalho realizado na Unidade Curricular Construção 2.0, intitulado “Novas e velhas matérias na sala de aula”, disponível online na curta-metragem “Mão na Massa”.

    Convidado pela UJES a preparar um programa para um curso de Arquitetura, a abrir no Instituto Superior Politécnico do Huambo em 2010/2011, tendo por base as práticas Pedagógicas da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto e devidamente adaptado à realidade do país. Nos primeiros anos de implementação do curso, contribuiu na coordenação dos conteúdos pedagógicos e dos planos de curso aprovados, desenvolvendo diversas atividades pedagógicas com os docentes e com os alunos do curso de Arquitetura no Instituto Superior Politécnico da UJES.

    Desde 2010 até à presente data

    – Regente da Unidade Curricular Construção 2, do 3º ano (Anual), do Mestrado Integrado FAUP.

    – Regente da Unidade Curricular Projecto BIM – Building Information Modeling disciplina opcional de 4º e 5º ano (Semestral), do Mestrado Integrado em Arquitectura, FAUP (2016/2017).

      Participou como formador em cinco edições do Curso de “Building Information Modeling (BIM)”, uma organização conjunta entre a Ordem dos Engenheiros (Porto e em Lisboa) e a Universidade do Minho, curso para arquitetos e engenheiros .

    1988/2009 – Assistente e Professor da Unidade Curricular Projeto do 1º, 3º e 4º ano (Anual), FAUP 

    -Durante estes anos é também Orientador de Dissertações e membro de Juri para obtenção de Doutoramento, Mestrado e de Licenciatura em Portugal e Angola. 

    2008/2012 – Colabora na criação e é Coordenador científico do Curso de Arquitectura no Instituto Superior Politécnico do Huambo, da Universidade José Eduardo Dos Santos no Huambo, Angola.

    -Colaborador ao nível da docência e organização de atividades académicas e extracurriculares no Curso de Arquitectura da Universidade Metodista de Angola, Luanda.

    Architecture @ UJES Angola
    Architecture @ UJES Angola